MAGALHÃES, José Tomás Cabral Calvet de PDF Imprimir e-mail

Calvet de Magalhães nasceu em 1915, em Lisboa, em plena I Guerra Mundial. Licenciado pela Faculdade de Direito de Lisboa em 1940, fez estágio de advocacia.

Em 1941 candidatou-se e ingressou no Ministério dos Negócios Estrangeiros (MNE), na mesma altura em que entraram para o Ministério dos Negócios Estrangeiros Eduardo Brasão e Franco Nogueira. Estreou-se na direcção-geral dos Negócios Económicos, uma área da diplomacia em que veio a especializar-se.

Em 1945 ocupou funções como consul-adjunto em Nova Iorque, sendo transferido para Washington, no mesmo ano. No ano seguinte partiu para Boston, onde assumiu o respectivo consulado, seguindo depois para Cantão, onde permaneceu entre 1948 e 1950, data em que regressou a Lisboa.

Em Março de 1951 foi nomeado secretário da embaixada em Paris, já então como elemento do quadro diplomático, dando início a uma carreira tão longa como relevante: logo em Maio de 1951 integrou a delegação portuguesa junto do conselho permanente da NATO – funções que acumulou com a de representante de Portugal no COCOM – comité que tinha como objectivo gerir o embargo da exportação de produtos para o mundo soviético e a China.

Em janeiro de 1956 foi nomeado chefe da delegação permanente em Paris da CTCEE e representante permanente de Portugal junto da OECE, com o título de ministro plenipotenciário de 2.a classe. Acompanhou por diversas vezes os representantes portugueses durante as negociações EFTA e presidiu a várias reuniões preparatórias da EFTA realizadas em Estocolmo e Saltsjõbaden em 1959.

Embaixador de Portugal na CEE (1962). Vice-Presidente da Comissão de Estudos sobre a Integração Económica Europeia criada por despacho da Presidência do Conselho e dos Ministérios das Finanças, da Economia e dos Negócios Estrangeiros em Março de 1970.

 
Apoios: