1965 PDF Imprimir e-mail

12 de Janeiro
Humberto Delgado cria a Frente Portuguesa de Libertação Nacional.

3 de Março
Bruxelas. Os países do Mercado Comum Europeu decidem promover a fusão das comissões executivas das três comunidades europeias.

9 de Março
Início do Colóquio de Exportação, iniciativa organizada pela Associação Industrial Portuguesa que reuniu 400 participantes da Metrópole e das colónias. O encontro teve lugar na FIL e nele estiveram presentes o ministro da Economia, o secretário de Estado do Comércio bem como o presidente da Associação Comercial Portuguesa.

19 de Março
Remodelação governamental. Correia de Oliveira toma posse como ministro da Economia, Silva Cunha assume a pasta do Ultramar e Rui Patrício a Subsecretaria de Estado do Fomento Ultramarino.

8 de Abril
Assinatura do Tratado de Bruxelas, de fusão dos executivos das três Comunidades (CECA, EURATOM e CEE) instituindo um Conselho e uma Comissão únicos. O acordo entrou em vigor em 1967.

24 de Abril
Em Villanueva del Fresno são descobertos dois corpos, que serão identificados como sendo os de Humberto Delgado e da sua secretária Arajarir de Campos.

24 de Maio
Reunião dos Sete em Viena.

14 de Junho
Ulisses Cortês assume a pasta das Finanças, em substituição do titular cessante Pinto Barbosa .

30 de Junho
Crise da Cadeira Vazia. A França rompe as negociações que estavam em curso para o financiamento da política agrícola comum.

25 de Julho
Américo Tomás é reeleito Presidente da República por um Colégio Eleitoral.

26 de Julho
26 e 27 de Julho. O Conselho da CEE reúne pela primeira vez sem a participação da França.

24 de Novembro
Promulgação do regime do condicionamento industrial no espaço português (decreto-lei nº46 666).

 
Apoios: