1971 PDF Imprimir e-mail

6 de Janeiro
Primeira reunião plenária das delegações destacadas para as “conversações” entre Portugal e a CEE. A segunda reunião plenária das conversações exploratórias terá lugar em 29/31 de Março.

18 de Janeiro
Circular confidencial enviada às Missões Diplomáticas sobre o início das conversações exploratórias entre Portugal e a CEE.

22 de Março
O Conselho e os representantes dos governos dos Estados membros adoptam uma resolução relativa à concretização do projecto Werner de União Económica e Monetária em etapas sucessivas e decidem reforçar a coordenação das políticas económicas de curto prazo entre os Estados membros e a cooperação entre os bancos centrais e ainda implementar um mecanismo de apoio financeiro a curto prazo.

30 de Março
Bruxelas. 30 e 31 de Março. Terminam as conversas preliminares e exploratórias entre a delegação portuguesa, presidida pelo embaixador Rui Teixeira Guerra, e representantes da Comissão da CEE. Do lado português é manifestado o desejo de se conservarem, numa comunidade económica europeia, alargada, as facilidades concedidas na EFTA a certos produtos portugueses, como as conservas de peixe, o concentrado de tomate e as amêndoas.

15 de Abril
Suspensão da convertibilidade do dólar em ouro, marcando o começo do fim do sistema de Bretton Woods.

5 de Maio
Grave crise no sistema monetário internacional. Grande corrida ao marco, suspensão das transacções em dólares e ‘pânico’ nos mercados de divisas.

11 de Junho
É aprovado o Complexo Industrial de Sines, fruto da “revolução” corporizada pela equipa liderada pelo engenheiro Rogério Martins, visando a constituição de uma área concentrada de indústrias de base.

Julho
A Assembleia Consultiva do Conselho da Europa adopta a música do prelúdio ao «Hino à alegria», quarto andamento da Nona Sinfonia de Beethoven, como Hino Europeu.

1 de Julho
Abandono colectivo e simbólico da Assembleia Nacional por parte dos doze deputados da chamada “ala liberal”, como forma de protesto contra o voto de obstrução da maioria, que impediu que fosse discutido na especialidade um projecto de lei de Imprensa apresentado por Sá Carneiro e Pinto Balsemão.

3 de Julho
É criada, na Junta Nacional de Investigação Científica e Tecnológica, a Comissão Permanente para a Cooperação Científica e Técnica com as Comunidades Europeias e com a OCDE, que passará a designar-se COCEDE (portaria n.º 357/71).

17 de Agosto
São suspensas as operações de compra e venda de moedas estrangeiras, com excepção das operações de carácter urgente e das respeitantes ao turismo.

18 de Agosto
Bruxelas. A Comissão Executiva do Mercado Comum declara que as medidas adoptadas pelo presidente Nixon se arriscam a anular as vantagens obtidas pela ronda Kennedy no sentido de uma liberalização do comércio mundial. Numa declaração criticando a iniciativa americana, a Comissão disse que ela veio pôr em dúvida os príncipios sobre os quais se baseava o sistema monetário internacional.

23 de Agosto
Nota do Banco de Portugal: Tendo em consideração que continua indecisa a conjuntura monetária internacional mas atendendo aos interesses da economia portuguesa e dada a solidez do escudo, foi decidio não alterar a paridade existente e permitir a partir de hoje a reabertura das operações de compra e venda de moeda estrangeira, mas habilitando o Banco de Portugal a adoptar a fixar de harmonia com a evolução dos mercados, quer no nosso país quer nos países com os quais mantemos mais intensas relações comerciais.

10 de Setembro
Bruxelas. A comissão europeia apresenta o seu relatório aos países do Mercado Comum sobre a reforma do sistema monetário internacional. A Comissão propõe o realinhamento geral do valor das moedas, incluindo o dólar.

19 de Outubro
Luxemburgo. Reunião dos ministros dos negócios estrangeiros da CEE para a apreciar o relatório do presidente da Comissão, Franco Maria Malfatti, sobre a situação das relações comerciais com os Estados Unidos. Malfetti sublinha a necessidade de os seis membros da CEE manterem uma frente unida contra a sobretaxa norte-americana de importações.

O Conselho de Ministros para os assuntos Económicos reúne em S. Bento para debater «providências imediatas» a tomar «contra a inflação», assim como «outras medidas para conseguir, a médio prazo, a estabilização relativa dos preços dentro duma perspectiva de desenvolvimento.

3 de Dezembro
Bruxelas. A Comunidade Europeia abre oficialmente as primeiras negociações com os países da EFTA não candidatos à adesão ao Mercado Comum: Portugal, Islândia, Áustria, Suíça e Suécia.

17 de Dezembro
Bruxelas. Início das conversações entre Portugal e o Mercado Comum.

 
Apoios: