1973 PDF Imprimir e-mail

1 de Janeiro.
Primeiro alargamento da Comunidade.
Entrada em vigor do tratado de alargamento das Comunidades Europeias à Dinamarca, Irlanda e Reino Unido.
Entrada em vigor dos acordos de 1972 entre a CEE e os países da EFTA, nomeadamente, Áustria, Suíça, Suécia e Portugal. Os acordos com os outros países interessados seguir-se-ão, Islândia, 1 de Abril, Noruega, 1 de Julho e Finlândia 1 de Janeiro de 1974.

Entra em vigor o Acordo de Comércio Livre entre Portugal e a CEE.

6 de Janeiro.
François-Xavier Ortoli (União dos Democratas para a República, França) assume o cargo de Presidente da Comissão Europeia, lugar que ocupou até 5 de Janeiro de 1977.  

9 de Fevereiro.
Primeira reunião da Comissão Mista Portugal/CEE, dedicada, sobretudo, à renegociação dos termos do Acordo de 1972, especialmente do capítulo das exportações para os Estados-membros da CEE.  

10 de Fevereiro.
Washington. Nixon declara que a desvalorização do dólar em 10 % é apenas o primeiro passo para tornar mais competitivas as medidas americanas para o estrangeiro e para proteger a indústria dos Estados Unidos e os empregos.

11 de Março.
Bruxelas. Sessão do Conselho dedicada à situação monetária. Os países do Mercado Comum optam pela flutuação conjunta a seis: Alemanha, França, Bélgica, Holanda, Luxemburgo e Dinamarca. O Reino Unido, a Irlanda e a Itália decidem sair da serpente e deixar flutuar livremente as suas divisas.  

1 de Abril.
Entra em vigor a primeira redução aduaneira prevista pelo acordo de 1972 entre Portugal e a CEE.

3 de Abril.
Luxemburgo. É criado o Fundo de Cooperação Monetária do Mercado Comum Europeu, precursor de um sistema bancário central conjunto da CEE.  

19 de Abril.
Em reunião realizada na Alemanha a ASP transforma-se em Partido Socialista. Mário Soares é eleito secretário-geral do partido.

15 de Maio.
O preço do ouro continua a subir na Europa. Pela primeira vez na história é ultrapassada a barreira dos 100 dólares por onça.

22 de Junho.
Bona. Pompidou e Willy Brandt concordam quanto à necessidade de avançar com a união monetária e Económica Europeia e de manter com firmeza os príncipios que orientaram a política agrícola da comunidade.

3 de Julho.
3 a 7 de Julho. Conferência de Helsínquia, dedicada à segurança e à cooperação na Europa. O maior fórum depois do congresso de Viena.  

9 de Setembro.
Nasce o «movimento dos capitães». Nas proximidades de Évora, decorre uma reunião de 136 oficiais de todas as armas e serviços. Em reunião de 8 de Dezembro decide-se a acção militar contra o regime; na de 5 de Março, em Cascais, assume a designação de Movimento das Forças Armadas.

12 de Setembro.
Nova ronda de negociações comerciais multilaterais do GATT (Tokyo Round).

6 de Outubro.
Início da guerra du Yom Kippur. Primeiro choque petrolífero. Os países produtores de petróleo anunciam a redução ou a proibição de exportações de petróleo para países ocidentais.

8 de Novembro.
No seguimento da cedência da utilização da Base das Lajes aos norte-americanos, os países árabes, decidem boicotar economicamente Portugal. Efectivam-se as restrições ao consumo de petróleo. Inicia-se a corrida aos postos de abastecimento.  

14 de Dezembro.
14 e 15 de Dezembro. Cimeira de Copenhaga. Decisão no sentido de lançar uma política comum em matéria energética e de criar o Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER) antes de 1 de Janeiro de 1974 mas ausência de acordo quanto a uma acção comum face ao aumento do petróleo.  

 
Apoios: