1984 PDF Imprimir e-mail

6 de Janeiro
O European Economic Management Forum de Genebra anuncia que em 1983 Portugal ocupou o último lugar nas economias da OCDE.

António Martha afirma que as negociações entre Portugal e a CEE estão na recta final. ”(…) temos perante nós a negociação de um assunto muito complicado, que é o “dossier” agrícola, atendendo a que a agricultura portuguesa “está num estado de desenvolvimento bastante inferior ao da agricultura comunitária esta protegida de há longa data por uma política agrícola comum”.

19 de Janeiro
Telegrama da Missão de Portugal junto da CEE recebido no Ministério dos Negócios Estrangeiros, transcrevendo um extracto do discurso do Presidente do Conselho das Comunidades Europeias, Claude Cheysson, relativo ao alargamento.

15 de Fevereiro
O Parlamento Europeu aprova o projecto de instituição da União Europeia, a qual será dotada de leis comuns, com um poder legislativo partilhado entre o Conselho e o Parlamento, e uma cidadania comum.

20 de Fevereiro
O Conselho de Ministros dos Negócios Estrangeiros da CEE dá luz verde à adesão de Portugal e Espanha a 1 de Janeiro de 1986.

19 de Março
19 e 20 de Março. Conselho Europeu de Bruxelas Os países membros mostram-se favoráveis ao calendário para as negociações entre Portugal e a CEE.

Maio
O Parlamento Europeu adopta o projecto de tratado sobre a União europeia de iniciativa do deputado europeu Altiero Spinelli.

14 de Junho
14 e 17 de Junho. Segundas eleições do Parlamento europeu por sufrágio universal directo. Pierre Pflimlin (francês, democrata-cristão) é eleito presidente do Parlamento Europeu em 24 de Julho.

25 de Junho
25 e 26 de Junho. Conselho Europeu de Fontainebleau. Adopta uma solução definitiva relativa ao problema da contribuição britânica para o orçamento, pondo termo a um contencioso que se prolongava desde 1979. São criadas duas comissões ‘ad hoc’: a comissão Dodge relativa às instituições e a comissão Adonnino para a “Europa dos Cidadãos”. François Mitterrand confirma 1 de Janeiro de 1986 para a adesão de Portugal e da Espanha.

30 de Julho
Mário Soares e Mota Amaral analisam a integração dos Açores no Mercado Comum. O Governo Regional açoriano pretende que o arquipélago seja considerado um círculo eleitoral para o Parlamento Europeu.

26 de Setembro
Portugal denuncia o acordo de pescas com a Espanha.  

10 de Outubro
Os Dez recusam a proposta da Comissão Europeia sobre a reforma da política comum de pescas.  

14 de Outubro
Eleições regionais nos Açores e na Madeira. O PSD vence com maioria absoluta.

16 de Outubro
Telegrama recebido no Ministério dos Negócios Estrangeiros, da Missão de Portugal junto da CEE, sobre as dificuldades na assinatura do “constat d’accord”.

24 de Outubro
Mário Soares e Garret Fitzgerald, Primeiro-Ministro irlandês e Presidente do Conselho das Comunidades assinam, em Dublin, o “constat d’accord” entre Portugal e a CEE.  

6 de Novembro
Ronald Reagan vence as eleições presidenciais norte-americanas.

3 de Dezembro
3 e 4 de Dezembro.
Conselho Europeu de Dublin.

18 de Dezembro
Acordo por troca de notas entre Portugal e a CEE relativo à ajuda de pré adesão para a melhoria das estruturas agrícolas e de pesca (relatório do PE 2 8 de Maio/84).  

 
Apoios: