2000 PDF Imprimir e-mail

1 de Janeiro
Portugal assume pela segunda vez a Presidência da União Europeia.

2.ª Presidência Portuguesa da União Europeia: Pretendemos que a Presidência Portuguesa seja um exercício de rigor, marcado pelo empenhamento e pela participação colectiva, um momento de afirmação de Portugal na Europa e da Europa no mundo, afirma Jaime Gama.

17 de Janeiro
O primeiro-ministro português, António Guterres, apresenta o documento da presidência portuguesa que servirá de base à preparação do Conselho Europeu extraordinário de Lisboa.

31 de Janeiro
Numa decisão inédita na sua história de 42 anos, 14 Estados-membros da União Europeia decidem suspender os contactos políticos oficiais com a Áustria, o 15.º membro, se o próximo Governo de Viena integrar elementos do partido de extrema-direita de Joerg Haider.

4 de Fevereiro
Tomada de posse do Governo de coligação austríaco que engloba os conservadores liderados por Wolfgang Schuessel e a extrema-direita liderada por Joerg Haider.

14 de Fevereiro
Inauguração em Bruxelas da Conferência Intergovernamental (CIG) para a reforma das instituições da União Europeia

23 de Março
23 e 24 de Março. Conselho Europeu de Lisboa:
Aprovação da Estratégia de Lisboa. Os chefes de Estado e de Governo dos 15 chegam a acordo sobre a Estratégia de Lisboa, princípios que pretendem conferir maior competitividade aos países da União Europeia sem pôr de lado a protecção social.
Uma sociedade da informação para todos (...) As empresas e os cidadãos deverão ter acesso a uma infra-estrutura de comunicações pouco dispendiosa e à escala mundial, bem como a um vasto leque de serviços. Cada cidadão deverá estar provido das competências necessárias para viver e trabalhar nesta nova sociedade da informação. Os diferentes meios de acesso deverão prevenir a info-exclusão. O combate contra o analfabetismo deverá ser reforçado. Deverá ser dada uma atenção especial às pessoas deficientes. As tecnologias da informação podem ser utilizadas para renovar o desenvolvimento urbano e regional e incentivar tecnologias ecologicamente correctas. As indústrias de conteúdos são geradoras de valor acrescentado, explorando e colocando em rede a diversidade cultural europeia. As administrações públicas deverão empreender esforços reais, a todos os níveis, para explorar as novas tecnologias a fim de tornar a informação tão acessível quanto possível.

Primeiro dia da Cimeira Extraordinária sobre o Emprego de Lisboa convocada para discutir as políticas que os Quinze deverão adoptar para colocar a economia europeia num patamar de desenvolvimento idêntico à economia americana em dez anos sem abdicar do modelo social europeu.

23 de Março
A Cimeira de Lisboa define como objectivos a promoção da sociedade do conhecimento e da inovação na União Europeia.

3 de Abril
Primeiro dia Cimeira Europa-África no Cairo.

1 de Junho
O Conselho de Ministros aprova o Programa de Privatizações.

19 de Junho
19-20 de Junho. Conselho Europeu de Santa Maria da Feira Os Chefes de Estado e de Governo reforçam a aposta na Educação e formação para a vida e trabalho na sociedade cognitiva (...) A aprendizagem ao longo da vida é uma política essencial para o desenvolvimento da cidadania, da coesão social e do emprego. Convidam-se os Estados-Membros, o Conselho e a Comissão, nas respectivas áreas de competência, a definirem estratégias coerentes e medidas práticas destinadas a fomentar a aprendizagem ao longo da vida para todos, a promover a participação dos parceiros sociais, a aproveitar todas as potencialidades de financiamento público e privado e a tornar o ensino superior mais acessível a um maior número de pessoas, como parte integrante de uma estratégia de aprendizagem ao longo da vida.

12 de Setembro
Os Catorze seguiram o conselho dos “sábios” e levantaram as sanções bilaterais à Áustria.

28 de Setembro
A Dinamarca vota contra a adesão ao Euro.

13 de Outubro
Conselho Europeu de Biarritz. É discutida a reforma dos Tratados e das instituições.

8 de Novembro
George W. Bush vence as eleições presidenciais nos Estados Unidos da América.

7 de Dezembro
7 a 10 de Dezembro. Conselho Europeu de Nice É aprovada a Carta dos Direitos Fundamentais da União Europeia.
PREÂMBULO Os povos da Europa, estabelecendo entre si uma união cada vez mais estreita, decidiram partilhar um futuro de paz, assente em valores comuns. Consciente do seu património espiritual e moral, a União baseia-se nos valores indivisíveis e universais da dignidade do ser humano, da liberdade, da igualdade e da solidariedade; assenta nos princípios da democracia e do Estado de direito. Ao instituir a cidadania da União e ao criar um espaço de liberdade, de segurança e de justiça, coloca o ser humano no cerne da sua acção.  

 
Apoios: